Esta segunda-feira foi dia de conhecer o Museu da Moda, em Canela, na Serra Gaúcha. Há 5 anos ele foi inaugurado e, desde então, o acervo aumentou, e o espaço dedicado à história da moda também.

20161128_161241

Fundado pela estilista Milka Wolff, o Museu da Moda abriga um acervo extremamente grande, afinal, são 4000 anos retratados pelo vestuário feminino. O passeio é demorado, há muito o que olhar. E, para quem gosta de moda como eu, é fácil perder a noção no tempo contemplando cada detalhe das peças.

20161128_151602

O passeio começa pela antiguidade, passa pela idade média, pela época do iluminismo e pela renascença. E muitos são os trajes expostos de cada período. É possível ver claramente a distinção social e local das pessoas da época pelas suas vestimentas. E estudar história assim, por meio da moda, é mais do que agradável.

20161128_151023

20161128_151522

20161128_151803

20161128_151136

Sim, o tecido plissado já era usado na Idade Média. Este modelo acima era típico de moças francesas na época. E vale lembrar que o plissado não ficou na Idade Média, é tendência atual e será tendência no nosso inverno 2017. Pode acreditar!

20161128_151850

Gostei muito de várias partes do museu, e uma delas é, certamente, a que retrata a Bella Epoque, já que os babados, a cintura marcada e as mangas flare eram tendência e permanecem ainda, em pleno 2016.

20161128_152540

20161128_152033

A época de vanguarda, ou Avant Garde, também possui diversos modelos expostos. Esta foi a época em que a silhueta feminina nos modelos foi simplificada, mostrando menos curvas. Também foi nessa época que surgiu a nossa queridinha tendência das franjas.

20161128_152839

O MUM conta também com uma parte dedicada às rainhas. Os modelos dos vestidos usados por elas são realmente surpreendentes em cada detalhe.

20161128_152410

E a história da moda não para por aí. Há ainda todo um acervo de peças que foram usadas dos anos 50 aos anos 90. Muitas das peças são 100% originais, doadas pelas próprias donas ao Museu. Entre as minhas preferidas, estão o vestido com decote assimétrico, típico dos anos 60 (quero um igual para usar hoje em dia), os broches originais de família e a coleção de sapatos e bolsas originais em Python dos anos 40.

20161128_153259

20161128_153240

20161128_153018

Uma parte bastante interessante do museu é a dedicada aos trajes usados pela Princesa Diana, e vou te mostrar somente um deles, o meu preferido.20161128_153710

Pensa que acabou? Ainda não. O Museu da Moda ainda possui uma coleção dedicada às divas nacionais e internacionais, como Marilyn Monroe e Carmen Miranda, e a trajetória completa da estilista e empreendedora fundadora do MUM, Milka Wolff. Há vários modelos criados pela própria Milka.

20161128_155021

20161128_153513

20161128_153545

20161128_153642

Alguns modelos da também estilista Baby Steinberg estão expostos no MUM. Vale a pena apreciar as peças de uma das estilistas que utilizou materiais descartáveis em suas coleções, como fitas VHS, e ficou mundialmente conhecida pelo seu trabalho em Toronto, no Canadá.

vestido-baby

E há pouco tempo, o que era uma das partes do estacionamento do MUM foi reformada e se tornou um grande espaço do museu. Descendo as escadas do “Red Carpet”, encontramos, ainda, uma grande coleção de vestidos de noiva dos mais antigos aos mais atuais, criados pela estilista Milka.

20161128_155654

20161128_160230

Acredite, te mostrei só um pouquinho do que há no Museu da Moda de Canela. Há muito para ser visto lá. E depois me conta como foi a sua visita ao MUM. 😉

Endereço do MUM: Av. Ernani Kroeff Fleck, 1810 – CEP: 95680-000 – Canela – RS – Brasil

Valor do Ingresso: R$ 70,00

Site do Museu: www.museudamodadecanela.com.br

Um beijão e até a próxima!

 

 

Já que a moda, as viagens e a escrita são as minhas paixões, decidi reunir tudo isso em único site. A ideia: compartilhar um pouquinho do street style mundial e levar até você as melhores tendências que eu mesma escolhi.